Outono em Montesinho

Montesinho é o extremo NE do nosso país. Acessos difíceis e ruralidades preservadas fazem deste um dos recantos selvagens melhor conservados do nosso país. No Parque Natural de Montesinho podemos observar o Outono do Nordeste Transmontano com uma exuberância inexistente no resto do país. Região de grandes manchas de Castanheiros, Carvalhos e outras árvores de folha caduca. Assim sendo as matas e florestas enchem-se de cor e vida nesta estação.

Mata de Carvalhos e fetos

Local onde observei dois Corços (Capreolus capreolus)

Maciço montanhoso granítico da aldeia Montesinho

Mata de Choupos (Populus sp.)

Carvalho-negral (Quercus pyrenaica)

Carvalho-negral (Quercus pyrenaica)

A diversidade vegetal e fúngica aqui existentes, são bioindicadores da qualidade hidrológica e geológica da região. Pode-se observar aqui o cruzamento entre características mediterâneas e eurosiberianas, excelentes para a conservação de raridades nos insectos, anfíbios e répteis.

Diversidade de Líquens

Líquens sobre a casca de Choupo

Líquens e cogumelos sobre casca de Nogueira

Cogumelos sobre musgo

Cogumelos num leito de água

O Parque Natural de Montesinho merece visita obrigatória. Quanto a mim irei voltar com certeza!

4 comentários:

Dama Nocturna disse...

deliciei-me com estas imagens...continua amigo :)

Gonçalo Lemos disse...

Belas fotos! Curti os líquenes!
Abraço amigo!

João Nunes da Silva disse...

É assim mesmo Luís, que se marca a diferença. Newsletter com bom design e interessante! Continuação de bom trabalho

Dominic Gendron disse...

Those are very nice images! The first one seems like a painting!