Cedros-do-mato

Aproveitando as noites estreladas que se têm feito sentir aqui pelo Corvo, efectuei uma longa exposição de 266 segundos, aos Cedros-do-mato Juniperus brevifolia, árvore endémica da Macaronésia que embeleza a paisagem estrelada das encumeadas exteriores do Caldeirão.

5 comentários:

moon disse...

266 segundos de beleza ... fantástica :)

Tiago Pereira disse...

Um fotografia com uma "aura mágica". Muito bem conseguido.

www.alexandresimoes.net disse...

são 266 com um resultado magnifico.

João Petronilho disse...

Faz-me recuar ao tempo dos nossos antepassados mais remotos e imaginar as vezes eles terão observado o céu assim, sem suspeitarem que um dia esta visão seria previlégio só de alguns e de alguns locais. Fantástica foto!

sebi_2569 disse...

I really like your blog, you have great photos